Página inicial > BRASIL > Acampamento dos Povos Indígenas da Bahia 2019 começa nesta terça

Acampamento dos Povos Indígenas da Bahia 2019 começa nesta terça

segunda-feira 6 de maio de 2019, por Mil Baianas, Tatiana Scalco - Ciranda Bahia,

600 indígenas de 23 etnias e mais de 140 comunidades da Bahia são esperados

Foto: Vanessa Pataxó

A 3ª edição do Acampamento dos Povos Indígenas da Bahia (ATL BA 2019) será realizada entre os dias 07 e 10 de maio de 2019, em Salvador - Bahia. Cerca de 600 indígenas, de 23 povos indígenas e suas mais de 140 comunidades da Bahia são esperados. As atividades estarão concentradas na frente da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA), localizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Um grande acampamento está sendo montando para receber os indígenas. O encontro ocorre há três anos em caráter pacífico. Com o lema “Nenhum Direito a Menos!”, o Acampamento promoverá discussões entre indígenas´, órgãos do governo e a sociedade seus direitos territoriais, educação, saúde, mulheres, juventude, infraestrutura, produção e meio ambiente. Em 2019, as principais pautas são Demarcação das Terras Indígenas, Educação e Saúde. O Movimento Unido dos Povos e Comunidades Indígenas da Bahia (MUPOIBA) organiza o acampamento, com apoio, entre outros, do Programa PET Comunidades Indígenas da Universidade Federal da Bahia (UFBA).


Foto: Ninja, Sonia Guajajara

Já confirmaram presença no evento Sônia Guajajara (coordenadora executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil -APIB, e candidata a vice-presidente na última eleição presidencial), Cacique Babau (da terra indígena Tupinambá de Olivença, defensor dos povos indígenas, reconhecido dentro e fora do Brasil), entre outros.


foto: CIMI: Cacique Babau

Beatriz Tuxá, Edmarcos Saltel, Anderson Pankararu, Awê/ Toré, Rafa Tuxá, Edivan Fulni-ô, banda Espiga Nua, entre outras performances farão parte das apresentações culturais durante o acampamento.

Dentro da intensa programação do 3º Acampamento dos Povos Indígenas da Bahia (ATL BA 2019) destacam-se:

Dia 07 de maio de 2019, terça-feira
A mesa de abertura com autoridades, às 14h00. E a mesa sobre conjuntura política com a presença de Sonia Guajajara – coordenadora executiva da articulação dos povos indígenas do Brasil), às 19h00, no Acampamento.

Dia 08 de maio de 2019, quarta-feira
Um destaque será a realização, pela primeira vez na história da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA), de Sessão Especial sobre Educação Indígena. A sessão especial acontece no momento em que o Governo do Estado da Bahia afirma priorizar a educação como centro de sua ação. Acampados querem discutir a situação da carreira do professor indígena, suas conquistas, desafios e pontos a avançar. Será na quarta (8) às 14h00, no plenário principal da ALBA-BA. Seguida da realização da Assembleia das Mulheres Indígenas, às 19h00, já no Acampamento.

Dia 09 de maio de 2019, quinta-feira
Três atividades chamam atenção: a consulta do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) aos povos indígenas baianos. Será a primeira vez que o FIDA realizará escuta junto aos indígenas baianos, às 09h00, no Acampamento. A mesa sobre Educação Superior: entrada e permanência, onde serão discutidos os desafios da inclusão indígena no ensino superior. Participarão da mesa entre outros, a pró-reitora de permanência da UFBA e o reitor da Uneb, às 14h00. E na sequência acontecerá a mesa sobre Saúde Indígena e a tentativa de municipalização e desmonte, com participação de lideranças indígenas e representantes do governo Estadual e Federal, às 16h30.

Dia 10 de maio de 2019, sexta-feira
A atividade principal será a plenária final do Acampamento, às 9h00.

Programação do 3º ATL BA 2019

Dia 07 de maio de 2019
07h00 – café da manhã e credenciamento
10h00- reunião com os movimentos sociais
14h00 – Mesa de Abertura do 3º Acampamento dos Povos Indígenas da Bahia (ATL BA 2019) com lideranças indígenas e autoridades
19h00 – Mesa: conjuntura política com:
- Sonia Guajajara (coordenadora executiva- Articulação de Povos Indígenas do Brasil – APIB);
- Kâhu Pataxó (coordenador geral - Movimento Unido dos Povos Indígenas da Bahia - MUPOIBA);
- Sarapô (Coordenador Executivo - Articulação dos Povos Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo- APOIME), e
- Representante do Conselho Indigenista Missionário – CIMI
21h00 – apresentações culturais

Dia 08 de maio de 2019
08h00 – ato político
14h00 – Sessão Especial sobre Educação Indígena na Assembleia Legislativa da Bahia
Presidência: dep. Olivia Santana e dep. Marcelino Gallo
Participantes:
- Movimento Unido dos Povos Indígenas da Bahia (MUPOIBA)
- Fórum de Educação Indígena da Bahia (FORUMEIBA)
- Secretaria Estadual de Educação (SEC)
- Secretaria Estadual de Justiça, Direitos Humanos e Defesa Social (SJDHDS)
19h00 – Assembleia de Mulheres Indígenas
21h00 – apresentações culturais

Dia 09 de maio de 2019
09h00 – Consulta Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA)
14h00 – Mesa Educação Superior: Entrada e Permanência, com:
- Cassia Maciel, Pró-Reitora da Assistência Estudantil da Universidade Federal da Bahia (UFBA)
- José Bites – Reitor da Universidade Estadual da Bahia (UNEB)
- Agnaldo Pataxó Hã Hã Hãe - Coordenador regional do MUPOIBA
- Rutian Pataxó – Diretora Financeira do MUPOIBA
- Patricia Navarro – Prof. Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)
16h30 – Mesa: Saúde Indígena – Municipalização: uma tentativa de desmonte, com:
- Sergio Bute – presidente do Conselho Distrital de Saúde Indígena (CONDISI)
- Gleidson Pinheiro – Coordenador do Distrito Sanitário Especial Indígena Bahia (DSEI/BA)
- Uli Tupinanbá – coordenadora de equidade em saúde da Secretaria Estadual de Saúde (SESAB), BA
- Cacica Maria Kiriri
18h00 – Lançamento do Livro: Fortalecimento dos Organizações Indígenas de Paulo Pankararu
19h00 – encontro da juventude indígena
20h00 – cine debate
21h00 – apresentação cultural

Dia 10 de maio de 2019
08h00 – Mesa: Direitos Indígenas sob ataque, com:
- Cacique Babau Tupinambá – coordenador de honra do MUPOIBA
- Samara Carvalho Pataxó
- Representante do Conselho Indigenista Missionário – CIMI
- Tatiana Emília Gomes – professora da Faculdade de Direito da UFBA
10h00 – Assembleia Geral

Comunicação Compartilhada do 3º ATL BA 2019

INFORMAÇÕES À IMPRENSA
Vanessa Pataxó:71 9 9159 5487
Carla Tuxá: 71 9 8785 7440
E-mail: acampamentoindigenaba2019@gmail.com
#nenhumdireitoamenos
#digaaopovoquelutelutaremos

Vaquinha Virtual

Para chegar Salvador e manter o Acampamento dos Povos Indígenas da Bahia - ATL BA 2019 foi criada vaquinha virtual. O dinheiro coletado será utilizado na compra de alimentos, materiais de limpeza, materiais para manutenção das barracas; bem como no pagamento do deslocamento dos indígenas para o acampamento e durante o acampamento para as audiências junto aos órgãos de estado. O movimento indígena baiano pede seu apoio.
vaquinha virtual

http://vaka.me/529814