Página inicial > BRASIL > Comunicação > Caros Amigos faz cobertura da eleição na Venezuela

Caros Amigos faz cobertura da eleição na Venezuela

domingo 7 de outubro de 2012, por ,

Enviada especial Tatiana Merlino acompanha a eleição na qual está em jogo o futuro do país

Caros Amigos faz cobertura especial da eleição para presidente na Venezuela, que ocorre neste domingo (7) e tem Hugo Chávez na liderança das pesquisas. Entre esta quinta-feira (4) e até o dia 13, a enviada especial Tatiana Merlino acompanha desde Caracas os últimos dias de campanha, o dia da votação e a apuração. Todo o material será publicado no site de Caros Amigos e, na próxima, edição impressa da revista, uma reportagem especial sobre qual é o futuro do país e do chavizmo.

Os venezuelanos irão às urnas decidir se Chávez e sua "Revolução Bolivariana" continuarão comandando o país latino-americano. Há 14 anos no poder, Chávez tem como principal opositor da sua tentativa de terceiro mandato Henrique Capriles, de 40 anos.

Três dos quatro maiores institutos de pesquisa do país dão vitória a Chávez, por uma diferença de entre 10,1% a 26,6%. O quarto instituto dá vitória a Capriles por 3,2%. Cerca de 19 milhões de venezuelanos estão convocados para escolher o presidente que irá administrar o país no período de 2013 a 2019.

Revolução Bolivariana

Confira abaixo os dados mais recentes da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre evolução social na América Latina e Caribe. O relatório "Estado de las ciudades de América Latina y el Caribe 2012”, lançado em agosto, reúne dados ao longo de vários anos (o estudo completo pode ser baixado aqui).

Apesar da oposição neoliberal, os números mostram evolução social na Venezuela de Chávez; Caracas é a cidade que mais reduziu o índice Gini em relação a todas as outras grandes cidades do continente - o índice mede a distribuição de renda e, quanto mais perto do zero, melhor é a distribuição; tem desemprego urbano menor que no Brasil.

Em comparação, a vizinha Colômbia, de governo neoliberal, não obteve evolução e, em alguns casos, piorou, como no índice Gini - o que significa aumento na concentração de renda nas mãos de poucos.

Confira outros dados nos gráficos da Caros Amigos


Ver online : Caros Amigos