Página inicial > FSM WSF > FSM 2011 > As mídias controladas na sua reta final

As mídias controladas na sua reta final

terça-feira 26 de junho de 2012, por André Napoleão Napoles,

Mateus deu uma entrevista para a RedeGlobo, mostrando o seu apoio à greve das universidade federais. A equipe de edição alterou o sentido das informações, beneficiando mais uma vez os seus controladores.

Como se fosse uma maratona, tudo tem seu determinado tempo.
A corrida começou, e todos correram a todo vapor, com toda energia e preparação acumuladas.
O circuito já era pré-estabelecido, a linha de chegada estava lá aguardando o vencedor. E assim que todos passassem, acabaria a corrida e talvez se encontrariam para uma próxima edição.

Foi um percurso extremamente vitorioso, cheio de desafios, obstáculos, resistências. Mas a linha final, aquela que encerra toda a maratona, estava sendo ultrapassada, uma por uma.

O que está acontecendo com as mídias controladas pode ser claramente descrito como a maratona. Elas estão chegando na linha final, onde já está claro o seu papel, as suas intenções e o que está por trás de seu funcionamento.

As mídias livres estão cada vez com mais força, demonstrando o novo começo dessa maratona sem linha de chegada.

Dessa vez, o fato que demonstra as ações manipuladoras das mídias controladas não deixará de causar mais barulho .
Pelo Facebook, Mateus divulga um relato de uma entrevista dada para a Rede Globo (que foi transmitida em Minas Gerais) e como o time de edição da emissora manipulou as informações e alterou o sentido do que ele expressava. Neste momento já ultrapassa 500 compartilhamentos.

Leia o relato:

"Gostaria de escrever aqui um esclarecimento:
Infelizmente, o que se viu hoje no MGTV ( e talvez seja visto mais tarde no Jornal Nacional) foi mais uma mostra do quão suja é a imprensa no Brasil, neste caso representada pela Rede Globo. Foi ao ar a entrevista que eu concedi no dia 22/06/2012, na qual eu mostrei meu posicionamento A FAVOR DA GREVE DOS PROFESSORES DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS. Porem, após a edição da entrevista, o trecho que foi ao ar mostrou apenas a parte em que eu digo que a greve PODE atrasar minha formatura prevista para o fim do ano, todo o resto, no qual eu digo que NÃO ME IMPORTO com este atraso, desde que os professores recebam o que estão reivindicando foi sumariamente excluído por algum editor tendencioso.
Gostaria de esclarecer isto a todos que, por ventura, tenham lido minha postagem anterior e agora podem estar me achando um grande hipócrita.
Gostaria que isso fosse divulgado e que de alguma forma o posicionamento dos alunos A FAVOR DA GREVE cheguem até a imprensa, sem cortes e edições.
Quanto a Rede Globo, só posso dizer que sinto nojo de sua política e seu desrespeito às bases do jornalismo imparcial."

Post original de Mateus Scarpelli Marcato

#OCCUPYAGLOBO
#OCCUPYARECORD
#OCCUPYAMÌDIA

Por informações de verdade e sem manipulação.