Página inicial > BRASIL > Seguranças armados com cães amanhecem junto à principal via de acesso à Aldeia (...)

Seguranças armados com cães amanhecem junto à principal via de acesso à Aldeia Pataxó Quero Ver

sexta-feira 13 de maio de 2022, por João Payayá, Tatiana Scalco - Ciranda Bahia,

A situação acontece em área de conflito dentro da Terra Indígena Barra Velha no território da Costa do Descobrimento, que fica entre os municípios de Prado e Porto Seguro, no extremo sul da Bahia

em parceria com Jornalistas Livres


Na última terça-feira (10.maio), o amanhecer dos indígenas do povo Pataxó da Aldeia Quero Ver no Território Indígena Barra velha foi de medo. Desde o dia anterior, seguranças armados com cães se fazem presentes na principal via de acesso à comunidade.


“Estamos cercados de pistoleiros que nos impede(m) de sair ou de entrar na aldeia. Nós temos três dias sem dormir na aldeia Quero Ver”, relata o Cacique Patiburi. E continua, “é um monte de pistoleiros com um monte cachorros”, bravos que “querem pular na gente e aquela coisada toda”.

JPEG - 64.5 KB


Amanhecemos “sendo atacado(s) por segurança, pessoas que vestem farda dizendo que é segurança”. “nós não dorme mais de noite com essa perturbação. Tem hora que a gente não pode entrar na estrada”. O Cacique Patiburi termina pedindo providências para a situação.

A aldeia Quero Ver


A área onde está localizada a Aldeia Pataxó Quero Ver é objeto de disputa judicial, com ação de reintegração de posse protocolada junto à Justiça Estadual Baiana (nº 8000045-54.2022.8.05.0203). Na ação, os autores omitiram que o terreno em disputa está dentro do TI Barra Velha, delimitado e que é ato contra indígenas. Os advogados do Conselho Indigenista Missionário (CIMI) em conjunto com os indígenas recorreram da decisão preferida pelo juízo estadual em janeiro de 2022, favorável aos autores. Após o pedido de reconsideração e abertura de procedimento do tipo notícia de fato pela Procuradoria Federal em Prado para apurar a situação, o juízo estadual suspendeu a ação, em janeiro deste ano.


A Defensoria Pública da União (DPU) também acompanha o acompanha o caso. Segundo Dr. Vladimir Correia, Defensor Público Federal – Regional de Direitos Humanos Bahia, “estamos aguardando a remessa dos autos para a justiça federal, para assim nos posicionarmos no processo”.

TI Barra Velha


O Território Indígena Barra Velha é o local onde houve o primeiro contato entre indígenas e o homem branco no Brasil. Lá está localizado o Monte Paschoal. Ele fica entre os municípios de Prado e Porto Seguro, no extremo sul da Bahia. Local de mata atlântica, com muita beleza, é destino turístico de estrangeiros, ricos e famosos. E, também, é território com muita especulação imobiliária, conflitos fundiários e tensões entre indígenas e não indígenas.


A reportagem acompanha o caso. Para saber mais veja em Juiz suspende liminar de reintegração de posse contra aldeia Pataxó (BA)

para ler mais sobre o caso, veja em

Juiz suspende liminar de reintegração de posse contra aldeia Pataxó (BA)

Portfólio