Página inicial > Ciranda Mundi > África > Seca na Somália: precisamos sair de nossas caixas blindadas

Seca na Somália: precisamos sair de nossas caixas blindadas

sábado 6 de agosto de 2011, por Sucena Shkrada Resk,

Em uma palestra do patologista Paulo Saldiva, que cobri em evento em São Paulo, nesta semana, fiquei muito emocionada, no decorrer de sua exposição, quando mostrou a foto atual de uma criança somaliana tão fragilizada pela fome, que simboliza milhares de pessoas naquele país, que precisa de muita ajuda. Mais de 29 mil crianças, menores de 5 anos, morreram nos últimos 3 meses.

Nas últimas semanas, essa situação me sensibiliza muito. É aí que está a maior prova de que para sermos sustentáveis, no mínimo, precisamos reconhecer a fragilidade do outro e suas necessidades, e como podemos atuar, nem que seja com atos ínfimos ao olhar alheio...

É preciso começar de alguma forma: seja com divulgação, donativo, voluntariado ou emanando pensamentos de solidariedade. O que não é mais possível é ignorarmos e ficarmos em nossas caixas seguras e blindadas. Vale lembrar também, que moradores do Vale do Ribeira precisam de auxílio.

Atuam hoje, na Somália, em ações humanitárias: Action Aid, Cruz Vermelha Internacional, ANHCR, Programa Mundial de Alimentos, Care, Médicos sem Fronteiras, Save the Children e Unicef, entre outros.

Políticas públicas éticas e eficientes são pilares nessas transformações, tanto no âmbito nacional, como nas relações internacionais. Não temos que esperar datas de eventos "mundiais" importantes para nos mobilizarmos.

Enquanto muitos estão preocupados com a roupa e o calçado de grife, em comer em um restaurante da moda, em comprar o modelo mais recente de carro, em divagar sobre questões pueris e passionais, pessoas morrem aos milhares, porque não têm sequer um grão de alimento, água, roupa e morada. Aqueles olhares perdidos buscam outro olhares que os enxerguem.

Leia também no Blog Cidadãos do Mundo:
22/7/2011 13:40:00 | Título:Alerta sobre o flagelo africano, por Sucena Shkrada Resk - www.twitter.com/SucenaSResk


Ver online : Blog Cidadãos do Mundo - jornalista Sucena Shkrada Resk