Página inicial > FSM WSF 2017 > Conselho do FSM adota recomendações para a luta da comunicação

Conselho do FSM adota recomendações para a luta da comunicação

terça-feira 24 de janeiro de 2017, por Redação Ciranda ,

Todas as versões desta matéria: [français] [Português do Brasil]

Com documento de referência, integrantes do Conselho aprovam proposta de seminário internacional com movimentos sociais e mídias livres para estratégias comuns. Lutas pela internet livre são enfatizadas.

O Conselho Internacional do FSM adotou um documento de referência para a construção de estratégias de comunicação em conjunto com as organizações e movimentos que travam lutas contra os retrocessos políticos, sociais e culturais no mundo hoje.

A proposta de texto foi apresentada por Rita Freire, representante da Ciranda Internacional no Conselho e integrante do Fórum Mundial de Mídia Livre, e seguida de debates no colegiado.

Ela mostrou a preocupação com o uso do discurso do ódio pelos detentores de poder, e a sua propagação pelas grandes mídias e também pelas redes sociais, enquanto a mensagem do FSM, de que Um Outro Mundo é Possivel, fica restrita aos que atuam no processo. Segundo ela, falta estratégia, especialmente, para entender e atuar nas novas dimensões digitais das lutas sociais. A internet, por exemplo, está em disputa acirrada, e é uma luta fundamental no campo da comunicação.

O representante do Portal E-joussour, do Magreb Mashrek, e responsável pela Secretaria Internacional do CI, Hamouda Soubhi, assumiu tarefas técnicas da comunicação enquanto um projeto internacional é debatido e pediu ajuda para definição das prioridades nesta fase.

Integrantes do CI concordaram com a necessidade de um debate ampliado, que extrapole as organizações do Conselho, para compartilhar as agendas políticas e práticas da comunicação e propor algumas diretrizes estratégicas comuns. A partir daí, o FSM faria seu projeto. E outros processos poderiam utilizar as diretrizes para os seus próprios planos.

O CI também concordou que o Fórum Mundial de Mídia Livre seja convidado a co-organizar o seminário internacional. Este poderá ser organizado no Brasil, possivelmente em Salvador (que pretende sediar uma próxima edição mundial do FSM) ou em um país da África, que prepara uma série de fóruns ainda este ano.

O documento de referência traz um breve histórico da relação do FSM com a comunicação, uma série de recomendações e proposta de etapas para a consolidação de um projeto.

Confira os documentos em português, espanhol, inglês e francês. Um anexo com as propostas adicionais será incluido. Demais traduções, em processo.

Minutes da reunião em Português, Espanhol->http://www.ciranda.net/IMG/pdf/ataminuteses.pdf] e Francês.

Anexo em - Português, Francês, Espanhol, e Inglês